25 julho 2010

NENHUM SOM


Silêncio

Nenhum som a ser ouvido

Nem mesmo de um irritante desvairado ruido

Advindo de tão longe!

Quisera pois, tê-lo sentido

Que mesmo fosse de um pulsar batido

Da cadência (enclausurada) de um pseudo monge!


Célia Veras

23 julho 2010

Cussy de Almeida

Morreu na noite desta sexa feira, dia 23, o maestro Cussy da Almeida.

O maestro, violinista e compositor Cussy de Almeida era um apaixonado por música desde criança. Começou a estudar violino aos seis anos de idade. Aos 11, participou dos primeiros concertos musicais. Nascido em Natal, no Rio Grande do Norte, veio para o Recife com 14 anos. Depois, foi estudar no Conservatório Superior de Música, em Paris, por recomendação do compositor Heitor Villa-Lobos. Participou da Orquestra Sinfônica da Suíça.

De volta ao Brasil, foi professor de música nas universidades federais do Rio Grande do Norte e da Paraíba e criou as orquestras Armorial e de Cordas Dedilhadas, entre as décadas de 60 e 70. E ousou ao executar música erudita com instrumentos tradicionais do Nordeste, como rabecas e violas.

Cussy de Almeida também tinha preocupação social. E nos últimos quatro anos esteve à frente da Orquestra Criança Cidadã, dos meninos do Coque, um projeto que tem como finalidade ensinar música e da cidadania a jovens da comunidade. Para ele, a realização de um sonho.

22 julho 2010

video

Ah o amor!!!
CADEIRAS

Repousa relaxa e amansa...

Abrasa em caldeiras se lança

Cadeiras os quadris alcança

Em trôpegas pernas descansa!


De tantas pernas e braços

Cadeira funcional e selvagem

Revela aos olhos miragem

O encaixe perfeito dos passos


A cadeira viva cativa o desejo

Múltipla, elétrica, criativo ensejo

Confunde reduz: de mobília ao beijo!


Célia Veras

21 julho 2010

"Grandes realizações não são feitas por impulso, mas por uma soma de pequenas realizações."

Vincent Van Gogh